Toca a espreitar

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Berra-me Baixo- na primeira pessoa (eu)


Mal me apercebi que as inscrições para o Berra-me Baixo!, da Mum's the Boss, estava abertas, não hesitei nem sequer pensei duas vezes. Já tinha acompanhado, ao longe outras edições e o conceito sempre me fascinou. Aliás, amo todo o conceito do Mum's the Boss e da parentalidade Positiva (finalmente alguém que pensa como eu!!) . Por isso o primeiro passo foi facílimo, bastaram uns quantos "clicks" et voilá!!! Inscrevi-me naquilo que achei ser fácil demais (do tipo "isto faço com uma perna às costas"), pois clarooo!!


Sempre me considerei uma Mãe bastante liberal e nada rígida (o que muitos lados originou algumas criticas). Acredito que existem mil e uma alternativas a uma "sapatada no rabo" e sou apologista do "Respeita quem te respeita" ao invés do "Respeita os adultos", imposto no nosso tempo pelos nossos Pais.

Valorizo o meu filho enquanto criança e enquanto pessoa. Respeito a sua opinião e sempre que quer falar tem o seu "tempo de antena". Aplaudo-o quando dança e canta e elogio-o mil e uma vezes por dia. Não o repreendo quando diz palavras menos bonitas (não, ele não diz asneiras, ainda), quando as impregna sem ofender alguém. Digo-lhe que o amo até me mandar calar. Ensinei-lhe que quando está triste, deve sorrir, pois todos os monstros desaparecem perante um sorriso. Disse-lhe que cada vez que sorri nasce uma fada e que o meu amor por ele vai até à Lua e volta até ao meu coração, tantas e tantas vezes. E ele ensinou-me outras tantas coisas, que os beijos atirados devem ser guardados no coração e que os beijinhos de Mãe são mágicos, curam tudo. Ensinou-me que o melhor da vida está nos sorrisos perdidos, nas gargalhadas que fogem e nos momentos que partilhamos. Ensinou-me a ver a vida com outros olhos e por isso lhe estarei eternamente grata.


Bem, pensei eu, qual 4 semanas qual quê??! , este está no papo!!

Na primeira semana descobri que falho e falho tanto em tantas coisas, falhas que descobri apenas porque parei e pensei! E comecei a pensar em cada passo que dava. E em cada novo passo que dava, voltava a tropeçar. Ora bolas, não era isto que para mim ia ser fácil? Não, não o é. Porque só tomamos verdadeira consciência quando paramos e reflectimos. Aí sim vemos, que às vezes basta tão pouco para fazermos muito!

A primeira semana foi horrível, horrível. Por um lado, ao me aperceber dos meus defeitos me sentia bastante mal, por outro, o regresso à escola do meu Pequeno Rei, depois das férias do Natal, trouxe ao de cima a fera. A verdadeira fera! Birras atrás de birras, birras porque sim e porque não, birras porque não se queria deitar, birras porque não queria levantar. Birras que deram cabo da minha paciência (se ao menos a vendessem na farmácia). Olhava para ele, respirava fundo, lembrava-me da M. (que tal anjo da guarda me acompanhava nestes momentos mais escuros), contava até 10 ou 100 ou 1000, o que a situação exigisse. Punha-me ao nível dele, perguntava-lhe o que tinha, tentava entender o que na realidade se passava, o que tinha despertado aquela birra, enquanto ele, no auge dos seus magníficos 4 anos disparava vários "Não gosto de ti!", não foi fácil e por vezes cedi, falei mais alto, exaltei-me. Senti que perdi mais vezes a paciência, ou pelo menos assim pareceu pois tomei consciência disso e é esse o real objectivo da primeira semana "A TOMADA DE CONSCIÊNCIA DOS COMPORTAMENTOS".

A segunda semana está a ser mais tranquila, depois de ter a consciência dos meus comportamentos, perco mais tempo a analisá-los, penso e olho de modo diferente. Perco mais tempo de volta do meu Pequeno Rei para que juntos possamos encontrar melhores soluções. Estou a adorar o "Berra-me Baixo!" pois estou a aprender, a Maternidade é sem duvida bastante complexa e uma eterna aprendizagem, mas é também maravilhosa e deve ser aproveitada ao máximo com tranquilidade, amor e muita alegria.

Muito obrigada M. (Mum's The Boss)
, por ao me sussurrares ao ouvido tocares-me desse modo no coração!!



1 comentário:

  1. Que querida!! Obrigada por aderir e continue aí, neste desafio ;)
    Beijinhos!

    ResponderEliminar

E assim foi a nossa aventura!! Que acharam???